Chapultepec

Vale a pena separar um dia de sua programação pela capital mexicana e ir conhecer o maior bosque da América Latina, o Bosque de Chapultepec.

Com uma área total de aproximadamente 686 hectares, ele está localizado na área central da Cidade do México. Ele está em uma área turística e de fácil acesso, em uma de suas extremidades fica a Paseo de la Reforma (uma das principais avenidas da cidade), ou seja, moleza chegar até lá.

Desde 1537 o lugar é considerado uma reserva natural, no qual antigamente os reis estabeleceram seu castelo no topo da colina do bosque. Assim permanecendo a estrutura até hoje do Castelo de Chapultepec. O castelo atualmente age como museu e algumas áreas são abertas para eventos. O bosque tem entrada gratuita, porém em seu interior há várias atividades pagas e muitas delícias e guloseimas para comprar, como pipoca e algodão doce. Dentre as atrações internas há o Castelo, o Zoológico, parque de diversões e museus.

 

 

 

 

 

 

 

O hotel em que me hospedei era próximo do local, então fui até o mesmo a pé e passeei primeiramente pelos jardins maravilhosos que compõem o parque, admirando suas fontes, esculturas, flora e fauna. O parque na verdade é bem completo e agradável e para subir a colina até o alto do castelo, você pode decidir ir caminhando ou com o trenzinho. A altitude do castelo em relação ao nível do mar é de 2.325m. Portanto a minha pessoa optou pelo trenzinho e comprei o ticket de ida e volta.

Ao chegar ao topo do Castelo tinha uma “pequena” fila, então após aguardar um pouco minha decepção do dia: não podia entrar com o “pau de selfie” e nem com a GoPro. Máquinas profissionais não estão autorizadas a entrar, portanto respeitamos e guardamos os itens em um guarda volumes que o local oferece.

 

 

 

 

 

 

 

Eu amei conhecer um pouco do bosque e o castelo, ver os móveis, decorações da época, pinturas, esculturas, fontes, materiais, um pouco de cada coisinha que os espanhóis utilizavam antigamente. Adoro quando há uma interação entre as peças expostas com o ambiente e o castelo faz realmente isso, incorpora os itens estando nos lugares originais deles. Adorei não só conhecer o castelo, mas o bosque em si. Porque o lugar era muito bem cuidado, com uma grande feirinha e era aquele lugar que te traz alegria em estar ali.

 

 

 

 

 

 

 

Salve esse post no Pinterest!

Comments

comments

Deixe um comentário